Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O melhor Pai do Mundo

Ser Pai é uma experiência que merece ser partilhada. Este espaço é dedicado a todos os Pais que receberam dos seus filhos o título de "O melhor Pai do Mundo".

Pai, ser Pai a tempo inteiro é cansativo?

pai-ser-pai-a-tempo-inteiro-pode-ser-cansativo.png

Quem gosta de seguir os blogs de família mais conhecidos e vê as fotografias todas bem tiradas, as crianças sempre de sorriso nos lábios e bem vestidas, tem de ter consciência que o que está a ver é o lado bom da parentalidade. Ser Pai e Mãe não é um filme romântico, cheio de coisas bonitas, brincadeiras e felicidade. Ser Pai e Mãe é muito exigente e temos de estar (bem) preparados.
 
Desde o nascimento da nossa bebé que eu e a Mãe nos temos desdobrado para podermos ficar com ela. A família tem sido um apoio fundamental quando os dois não conseguimos ficar. Entre férias à vez e um ou outro prejuízo do nosso emprego, conseguimos assegurar que os primeiros 9 meses a menina fica connosco.
 

Os últimos quinze dias antes de ir para a Escola a menina fica com o Pai. São os últimos dias antes de começar uma nova etapa, tanto para a bebé como para o mais velho, ou seja, os nossos tesouros estão comigo e sozinhos praticamente o dia todo. É certo que são momentos únicos e não trocaria esta oportunidade por nada, mas acabo os dias completamente de rastos.

 
As rotinas estão bem enraizadas, as crianças são muito sossegadas, mas, como qualquer pessoa, a bebé e o menino gostam de fazer coisas diferentes, brincar muito e andar de um lado para o outro. Praticamente todos os meus minutos são dedicados aos dois. Estou entregue a eles. Eles decidem o que vamos fazer e eu participo com eles.
 
“Então e essas férias?”, perguntam-me. “Pais não tiram férias, dedicam-se aos filhos” e é mesmo isto que tenho feito. Não é a primeira vez que fico como Pai a tempo inteiro. Estive 30 dias de licença exclusiva do Pai a cuidar da bebé e aí pude aperceber-me na primeira pessoa de como é exigente.
 
Obviamente que o amor que sentimos suplanta tudo, mas o cansaço sente-se ao final de alguns dias. Depois do jantar, quando a energia das crianças ainda está em níveis bem altos, o Pai anda a cair pelos cantos. Felizmente a Mãe chega bem a tempo de dar uma ajuda preciosa. Aproveitando o horário reduzido, a Mãe pode ainda desfrutar da tal energia que parece inesgotável. Ou seja, não são raras as vezes em que tanto o Pai como a Mãe se aguentam heroicamente na sua batalha por uns momentos de descanso.
 
Ser Pai ou Mãe a tempo inteiro proporciona-nos momentos únicos, sem dúvida. Mas atenção Pais e Mães, nem tudo é fácil. Para as vezes que o Pai fica muito admirado que a Mãe se sinta cansada quando, em licença, se ocupou a 100% do bebé, nada melhor que experimentar ele próprio. Ao contrário aplica-se o mesmo, pois o Pai que se entrega vai sentir o mesmo.
 
Como referi o amor e a oportunidade única suplanta tudo e de certeza que daqui a uns tempos só me vou lembrar da cumplicidade que conseguimos criar e, acima de tudo, a memória que fica nas crianças sobre a ligação que estabeleceram com o Pai e a Mãe.
 
O Pai

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.