Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O melhor Pai do Mundo

Ser Pai é uma experiência que merece ser partilhada. Este espaço é dedicado a todos os Pais que receberam dos seus filhos o título de "O melhor Pai do Mundo".

Pai, é só uma constipação, mas nós tratamos de ti

pai-e-so-uma-constipacao-nos-tratamos-de-ti.png

Conhecem aquele mito urbano que diz que quando os homens estão com uma simples constipação é como se estivessem para morrer? De certeza que já ouviram falar, especialmente para quem já teve de aturar um homem doente. Mito ou realidade? Realidade, pelo menos no meu caso.

Estou, desde há uns dias, com uma constipação de “caixão à cova” e não há maneira de melhorar. Isto quer dizer que em casa ando a arrastar-me pelos cantos e sempre à procura de mais um pacote de lenços de papel para assoar o meu nariz cada vez mais ranhoso. Toca a todos, mesmo aos super-heróis como nós Pais.

 
Com crianças em casa há sempre algumas reservas quando os Pais ficam adoentados, especialmente quando temos bebés. Eu tento evitar encher, como é normal, a minha mais nova de beijinhos ou então roçar nariz com nariz como forma de cumprimento. Com o mais velho, estar doente, é sinónimo de menos abraços e menos bola lá em casa, até porque mal me consigo aguentar em pé.
 
É por volta desta altura da conversa que as Mães estão a rir-se às gargalhadas. “Coitadinho do menino grande, está para morrer com uma simples constipação”, ouço eu lá em casa. Tem razão na parte que é uma simples constipação, mas provavelmente em nós homens é mesmo diferente e mais forte, não é fita como toda a gente diz!
 
"Aquilo que tu queres é miminhos”. Verdade! Aqui para nós que ninguém nos ouve, quem não gosta de, uma vez raramente, sejamos tratados que nem reis? Eu gosto, mas prefiro que não tenha de ficar doente para que isso aconteça. Porém a nossa vida centra-se nos filhos e se eles adoecem nem nos lembramos que nós Pais existimos. Parece que o nosso corpo entra em piloto automático e não sente nada. O pior é que sente.
 
“Vá lá, deixem-me estar no meu cantinho e tragam-me um chazinho quente”, prego eu com uma voz rouca entre tosse e fungadelas de ranho. Tenho a sorte de ainda conseguir um ou outro miminho de todos lá em casa, mas é algo que me sai caro, porque mal dê os primeiros sinais de melhora, cobram-me até ao último esforço.
 
O Pai

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.